Indicação de série: Watchmen!

Cartaz de Lançamento da série. Fonte: HBO

Se você acessasse a HBO Max, procurasse uma série de ação baseada em quadrinhos e começasse a assistir Watchmen, provavelmente pensaria que a série estaria aproveitando recentes acontecimentos como, a pandemia, o assassinato de George Floyd, a crescente do extremismo no mundo, o imperialismo norte-americano e a polarização conservadores/progressistas. O que impressiona é que a maioria desses temas é posterior ao lançamento da série.

A série retoma acontecimentos reais, ocorridos em Tulsa, cidade norte-americana do estado de Oklahoma, conhecida pelo massacre de Greenwood, que há época abrigava a segunda maior colônia de negros dos Estados Unidos. Estimasse que os prejuízos para as famílias negras tenham atingido quase dois milhões de dólares, com mais de trezentos mortos. 

Naquela época, em 1921, brancos incendiaram casas e comércios de negros moradores do bairro. Há relatos de que aviões foram usados, de que a polícia e os bombeiros não fizeram nada para impedir. Ao final, o bairro havia sido reduzido a cinzas e pilhas de corpos. 

Personagens clássicos da HQ

É nesse clima que a série se desenrola. Sob a tenção de uma guerra de raças que vai ganhando força conforme os episódios vão passando. Os personagens também estão em guerra, principalmente com o passado e com as dores decorrentes, principalmente, da política norte-americana de Nixon.  

Os personagens são fortes, tão fortes quanto se é preciso ser quando se quer fingir que está tudo sobre controle. E no meio disso tudo, uma chuva de pequenas lulas nos faz lembrar que existe algo além, que pode chegar a qualquer momento. 

Certamente uma das melhoras séries de 2019/2020 e que tende a se manter atual por muitos anos ainda, assim como a HQ original permanece sendo uma referência quando o tema é a humanidade e a sua capacidade destrutiva. Não perca a série, você não vai se arrepender. 

One thought on “Indicação de série: Watchmen!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *