Sobre

Por onde se anda neste pais é possível perceber riqueza. Do Oiapoque ao Chuí, em cada estado, região e cidade, milhares de artistas, artesãos, companhias e agrupamentos artísticos produzem obras fantásticas. Mesmo com a árdua realidade brasileira, ainda mais evidente no interior dos estados, o mercado cultural floresce cada vez mais. 

Historicamente unir na mesma frase “mercado” e “cultura” pareceu algo bastante inoportuno, dando a impressão que se comercializados os bens culturais, aos poucos, o artista perderia sua identidade, e seria forçado a produzir aquilo que é passivo de venda e não aquilo que lhe seria grato, provocando a perda da qualidade de sua obra.  As experiências mais modernas estão mostrando que, na verdade, o consumo de bens culturais é muito diverso.    

Precisamos estar abertos, consumir de tudo, conhecer de tudo. Nada é tão ruim que não possa contribuir com a sua vida de algum forma, nem que seja para algumas risadas. Nem mesmo algo é tão bom que não possa ser acessível por você. É preciso ter curiosidade, buscando nos mais diversos temos a liga que cola grandes ideias.

A ideia da Homem Vitruviano é levar cultura, conhecimento e conteúdo às pessoas, principalmente à população jovem. Nesse sentido, você encontrará aqui do popular ao erudito, de blockbuster aos clássicos que valem ouro. Enfim, você encontrará de tudo.

Então, meu jovem, sinta-se em casa, descubra o mundo da cultura e venha com a gente construir mais informação e conteúdo de qualidade!